Projetos em EaD




Projetos em EaD: elementos a serem considerados

Existem dois tipos de EaD: uma EaD para massa, capaz de atender a milhares de indivíduos ao mesmo tempo, uma vez que os alunos recebem o material e estudam sozinhos; e uma EaD mais moderna que, por requerer alta interação entre alunos e seus colegas, e entre alunos e professor, exige que as turmas sejam pequenas. Assim, a implementação da EaD dos tempos atuais é considerada mais cara do que a EaD de massa.

Porém, no planejamento de qualquer curso ou treinamento nessa modalidade, é possível se prever uma série de turmas ou versões, a fim de que se recupere o investimento inicial. Para tanto, é preciso que a instituição ofereça uma estrutura mínima adequada para garantir a boa qualidade do produto que se dispõe a oferecer uma EaD que se mostre tão ou mais eficaz que determinadas situações tradicionais de aprendizagem.

Sendo a interação o principal diferencial entre os modelos ultrapassados e as práticas modernas de ensino e aprendizagem, a instituição que se propõe a oferecer cursos ou treinamentos na modalidade de EaD deve se preocupar em oferecer, primordialmente, condições favoráveis à realização de comunicação bidirecional, quer de maneira síncrona, quer assíncrona. Faz-se importante ressaltar que mesmo um curso ou treinamento que utilize diferentes mídias como material impresso de qualidade, vídeo-aulas e áudios disponibilizados através de CD’s, DVD’s ou internet, se não oferecer possibilidades de interação, poderá ser considerado mero roteiro de orientação para alunos autodidatas que buscam os próprios caminhos.

Para que o aluno da moderna EaD seja compreendido como um agente da construção do próprio conhecimento, é necessário que o processo de ensino e aprendizagem se baseie na conversação didática mediatizada. A função da conversação consiste em estabelecer uma relação entre aluno e professor.

Fala-se em conversação didática, porque não se trata de uma conversa qualquer, e sim de uma conversa que segue o que é preconizado pelos princípios da Didática. E por se tratar de uma situação a distância, a mediatização precisa ser feita através de instrumentos que minimizem essa distância. Esta concepção é crucial para a EaD, uma vez se reflete na elaboração dos materiais, nas estratégias usadas na tutoria, na metodologia empregada e, principalmente, na estrutura institucional requerida.

Na moderna EaD, os alunos podem ser acompanhados e assessorados pelo tutor, através de comunicações feitas através da internet, fax, correio tradicional e mesmo telefone. A utilização de tecnologias de comunicação visam a superação da distância física entre aluno e professor. Em EaD, distância física não é considerada sinônimo de distância pessoal. Em outras palavras, apesar da distância geográfica, o aluno nunca está sozinho. Também a abordagem dos conteúdos se encontra relacionada à estrutura que a instituição oferece.

Os cursos que privilegiam a internet como ambiente principal de aprendizagem costumam abordar os conteúdos de forma diferenciada, por meio de materiais e atividades como hipertexto, textos básicos, textos complementares, notícias importantes, listas de dúvidas, listas de discussões, salas de chat, exercícios, situações-problema geradas a partir de determinado contexto, com indicações de soluções pelos próprios alunos, entre outros. Todos esses recursos encontram-se disponíveis para que os alunos possam acessá-los de acordo com seus próprios interesses, disponibilidade de tempo e desejos de aprofundamento.

Portanto, é de fundamental importância que a instituição disponha de infra-estrutura satisfatória para desenvolver cursos ou treinamentos na modalidade de EaD. O ideal é preconizado na criação de uma coordenação, setor ou núcleo de EaD, que atenda às necessidades específicas dessa forma de ensino e aprendizagem em todas as suas etapas, entre as quais destacam-se: planejamento inicial, avaliação formativa, acompanhamento do processo, mudanças necessárias no decorrer do curso, avaliação final.

De uma maneira geral, a estrutura institucional necessária para garantir boa qualidade à atuação de cursos e treinamentos na modalidade de EaD, deve compreender:


1. Setor de produção de materiais que conte com:

>>>>>> especialista em conteúdos abordados,
>>>>>> especialista em programação,
>>>>>> especialista em elaboração didático-pedagógica de materiais.

2. Setor de distribuição de materiais que se responsabilize por fazer chegar, pontualmente, aos alunos geograficamente dispersos, os materiais didáticos e de apoio.

3. Processos de comunicação que vise coordenar e garantir o funcionamento dos meios de comunicação bidirecional utilizados.

4. Coordenação de orientação da aprendizagem (devido à diversidade de agentes que intervêm no processo: produtores de materiais, responsáveis pelo ensino, profissionais de informática).

5. Setor de administração geral (realização de matrículas, registros de alunos etc.).